sexta-feira, 29 de maio de 2009

Simplesmente....


E assim você veio até mim...com jeitinho doce
e carinhoso...no momento em que te acolhi nos meus braços, o tempo parou...
a vida se tornou por instantes maravilhosa, menos insípida de ser vivida...sem marcação das
horas no absurdo do tempo humano...
Tudo ficou assim..tão sereno tranquilo...
O silêncio se fez presente nas horas terrenas...
A vida ficou mais alegre e emocionante, fui contagiada
com entusiasmo pelo amor de pequenas coisas a serem sentidas,
transportada em cada portinha de cada ser...
Tudo ficou presente e eterno...
e mesmo que essa eternidade for
ludibriação de uma lucidez...
Prefiro viver assim...como uma louca dionisíaca errante,
simplesmente a viver pelo mundo apaixonada...
transportada pelo amor como um orvalho...
Obrigada por me fazer sentir livre
Amo-te

Criação e Processo

Com intuito de percepção visual e observação fruitiva sobre formas de composições de cores, do surgimento da tinta e sua história de criação, propus as crianças uma atividade intitulada "Fabricando Tintas" , onde constiste na criação e descoberta de novas cores através de elementos da natureza, para realização de uma pintura em papel, esta com temática escolhida pelas próprias crianças.
"Nós somos muito mais criativos do que pensamos que somos. Uma tarefa critiva brilhante é aquela que faz o aluno pensar para além dos limites dados, ou quebrar as fronteiras"
Anna Marie Holm













quarta-feira, 27 de maio de 2009

terça-feira, 26 de maio de 2009

Viva o Lúdico

E então...felizes são aqueles que conseguem viver na ludicidade, abaixo um trecho do livro Meu Pé de Laranja Lima


ZEZÉ CORRE E SE DEPARA COM UM PEZINHO DE LARANJA LIMA. OLHA PARA ELE COM DESDÉM
Zezé — que árvore pequena e sem graça!
CHEGA GLÓRIA, IRMÃ DE ZEZÉ
Glória — Mas que lindo pezinho de Laranja Lima! Ele tem tanta personalidade que a gente de longe já sabe que é Laranja Lima! Se eu fosse do seu tamanho, não iria querer outra coisa.
Zezé — Mas eu queria um pé de árvore bem grandão.
Glória — Pense bem Zezé. Ele é novinho ainda. Ele vai crescer junto com você. Vocês dois vão se entender como se fossem dois irmãos. Você viu o galho? Parece até um cavalinho pra você montar.
ZEZÉ CONTINUA EMBURRADO
Glória — Essa zanga não dura Zezé. Vai acabar descobrindo que eu tinha razão. (dá um beijinho em sua cabeça e sai)
Pé de Laranja Lima — Eu acho que sua irmã tem toda razão.
Zezé — sempre todo mundo tem razão. Eu é que não tenho nunca!
Pé de Laranja lima — Não é verdade. Se você me olhasse bem, você acabava descobrindo.
ZEZÉ LEVANTA E OLHA COM ATENÇÃO PARA O PÉ DE LARANJA LIMA. FICA INTRIGADO
Zezé — Mas você fala mesmo?!
Pé de laranja Lima — Não está me ouvindo?
Zezé — Por onde você fala?
Pé de Laranja Lima — Arvore fala por todo canto. Pelas folhas, galhos, raízes. Quer ver? Encoste seu ouvido aqui no meu tronco que você escuta meu coração
ZEZÉ, MEIO INDECISO, COM MEDO, ENCOSTA O OUVIDO NO TRONCO. ESCUTA O CORAÇÃO DA ARVOREZINHA BATER
Pé de Laranja Lima — Viu?
Zezé — Sim. Me diga uma coisa, todo mundo sabe que você fala?
Pé de Laranja Lima — Não. Só você
Zezé — E você vai esperar?
Pé de Laranja Lima — O que?
Zezé — Até eu mudar. Vai demorar mais de uma semana. Será que você não vai esquecer como fala nesse tempo?
Pé de Laranja Lima — Nunca mais. Isto é, pra você só. Você quer ver como sou macio? Monte no meu galho!
ZEZÉ MONTA NA ÁRVORE
Pé de Laranja Lima — Agora balance e feche os olhos
ZEZÉ BALANÇA, DE OLHOS FECHADOS E DÁ UMA RISADA.
Pé de Laranja Lima — Que tal? Você alguma vez na vida teve cavalinho melhor?
Zezé — Nunca! (descendo da árvore) olha, eu vou fazer uma coisa — sempre que eu puder, antes de mudar, venho conversar com você. Agora preciso ir que a Gloria está chegando.
(abraça a árvore) Adeus amigo, você é a coisa mais linda do mundo!

sexta-feira, 22 de maio de 2009

domingo, 17 de maio de 2009

Impossibilidade do Amor fati IV


O ser humano é assim...às vezes simplesmente vegeta por aí...sem saber o certo, o errado, sem saber caminhar...muitas vezes é preferível andar vagando pelos escombros da tal "vanglorificada" VIDA do que possuir um SENTIR....

Vejo corpos pesados, densos, lacrados sendo rastejados, desaparecendo pela mediocridade humana....empoeirados....

Talvez seja mais fácil e suportável assim viver do que ter a consciência de corpos moldurados....


Trabalhos

Alguns trabalhos realizados pelos meus alunos do 1 ano do ensino médio....













terça-feira, 12 de maio de 2009

LOUCA!!!

DESCULPEM PELO LONNNNNNGO TEMPO SEM POSTAR....
VOLTEI...