quinta-feira, 23 de abril de 2009

Vida


Por Mariana Tatos

Às vezes quando leio um texto ou poema como esse (abaixo) fico me perguntando como é louco ser humano...porque gostamos de ler algo que vem de encontro com a nossa alma? para nos sentirmos confortáveis? mas confortáveis do que e para que?? Outro dia numa livraria de São Paulo, estava observando as pessoas e os livros...nunca se venderam tanto livros de "auto ajuda" como hoje...

Será que é válida o sempre questionamento e reflexões de "aprendizado" sobre a vida, sobre o amor, sobre a juventude, sobre a beleza inteiror, sobre valores de vida?! se esta realmente for uma vastação do nada, preenchemos o tempo com a nossa "afloração humana" para sem fins ....bom, não sei , não tenho respostas... e às vezes me cansa também pensar... de qualquer forma me sinto bem com as palavras...palavras escritas palavras ditas e lidas....que sejas uma doce ilusão então, que me faz sentir emoções eternas de "ser viva" como uma gota d'água a escorrer pelos rios...seguindo o seu percuso...

.............

...Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem. Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela...

Um dia nós percebemos que as mulheres têm instinto "caçador" e fazem qualquer homem sofrer ...

Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...

Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...

Um dia percebemos que o comum não nos atrai...

Um dia saberemos que ser classificado como "bonzinho" não é bom...

Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você...

Um dia saberemos a importância da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..."

Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso... Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais... Enfim...

Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer o que tem de ser dito...

O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras... Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.

Mário Quintana

Corpos

De pele a pele,
o apelo se insinua,
minha boca desperta
e se esfrega na tua.

De peito a peito,
teu toque me incendeia.. '
Viva chama contida
e em meu corpo
teu corpo vadeia.!!

Na pele:
pelos se misturam;
Na boca:
o orvalho umedece;
Palavras presas,
que caem em cascatas
sobre os montes sagrados.

Na carne linda e nua,
brilham gotas
néctar da flor...
Deixam rastros,
caminho da vida...
Tornam vida,
um sonho de amor.

Eu...eu e o outro...eu e ela...eu...montagem..eu desmontagem

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Divulgação...

Encontro com o escritor e cordelista

João Gomes de Sá e convidados

6ª feira - 24/04 às 19h

Biblioteca Monteiro Lobato - Guarulhos - SP

Informações: 2087-6900

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Surreal

De Mariana Tatos
Bicos rijos provocadores...
Voluptuosa do ser
externo reluzente
docemente,
pronta para o ataque
demasiado de cheiros ocres
fédidos internos
lambuzendo as margens do corpo
de mel
pocriadores de sulcos fêmeos
sulcos efêmeros
secos destinados à morte
de uma boca quase flácida.

Produção..Adoro isso!!




Estou montando uma obra decorativa com elementos minimalistas...meu irmão tirou as fotos do processo...Agradeço ao amigo Biano pela complementação ao meu trabalho...Breve Mais fotos

sábado, 18 de abril de 2009

Arre!!!!


Temporariamente fora do ar...ou fora da terra, fora do eixo,
fora da lucidez, fora da razão, fora do nada, fora da sociedade,
fora da bolha,fora das quatro paredes, fora do ciclo....
fora de função, fora da realidade abstrata, fora da realidade concreta
Estou fora de mim mesma...como uma incógnita vagando pelos matos
insonsos do meu eu, andando feita matuta dilacerante....
Estou simplesmente fora de conexão com o mundo real ou irreal....
Me sinto cansada...profundamente....

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Dialogando....


"Ah, vocês acham que só se constroem casas? Eu me construo e os construo continuamente, e vocês fazem o mesmo. E a construção dura enquanto o material dos nossos sentimentos não desmorona, enquanto dura o cimento da nossa vontade. Por que vocês acham que se recomenda tanto a firmeza de vontade ou a constância dos sentimentos? Basta que esta vacile um pouco, ou que aquela se altere em um ponto e mude minimamente... e adeus nossa realidade! Subitamente nos damos conta de que tudo não passava de uma ilusão nossa."

Luigi Pirandello. Um, nenhum, cem mil. Página 65.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Eu neste momento....


"Clipes e lápis de cor na minha cama
Todos pensam que estou triste
Vou passear nas melodias e abelhas e pássaros
Ouvirão minhas palavras?
Estaremos nós dois e você e eles juntos?
Eu posso esquecer de mim mesmo
Tentando ser todos os outros
Eu sinto que podemos ir embora
Me delicie hoje
Eu te deixo ficar se você se render"

Marcelo Camelo

Eu e minhas reflexões VI



A vida é tão absurda...que seria absurdo não viver....
por forças cegas e intestinas que brotam de toda parte do corpo,
a ocuparmos o tempo para não sermos por ele ocupados...
sermos consumido pelo Nada.
Eis que prefiro ser apenas sentimentos...ser envolvida na loucuras do viver
rir... chorar... cantar...caminhar...
brincar....dormir...comer....
amar...
se estas formas são apenas ludibriações de um corpo pensante,
Sou sim... uma agente ávida de entrega ao prazer de um Nada
Sou sim , cinestesia intemporal...
talvez uma inadequada a sociedade presente,
porém com faculdade de ser eterna...
faculdade de simplesmente gozar....

Mariana Tatos

sábado, 4 de abril de 2009

Exposição

ajudo-a na divulgação....
Abertura hoje dia 04/04/2009 às 19hs
Ateliê M. Macoe, na Av. Tiradentes 914,
no centro de Guarulhos - SP
Tel.: 2468-2263.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Eu e minhas reflexões V


É possível ser e estar ao mesmo tempo?
ou para estar é preciso deixar de ser?
E sendo conseguirei estar?
Preciso de loucura...
Só um louco é verdadeiramente feliz...
livre...despreendido do mundo mortal