terça-feira, 26 de maio de 2009

Viva o Lúdico

E então...felizes são aqueles que conseguem viver na ludicidade, abaixo um trecho do livro Meu Pé de Laranja Lima


ZEZÉ CORRE E SE DEPARA COM UM PEZINHO DE LARANJA LIMA. OLHA PARA ELE COM DESDÉM
Zezé — que árvore pequena e sem graça!
CHEGA GLÓRIA, IRMÃ DE ZEZÉ
Glória — Mas que lindo pezinho de Laranja Lima! Ele tem tanta personalidade que a gente de longe já sabe que é Laranja Lima! Se eu fosse do seu tamanho, não iria querer outra coisa.
Zezé — Mas eu queria um pé de árvore bem grandão.
Glória — Pense bem Zezé. Ele é novinho ainda. Ele vai crescer junto com você. Vocês dois vão se entender como se fossem dois irmãos. Você viu o galho? Parece até um cavalinho pra você montar.
ZEZÉ CONTINUA EMBURRADO
Glória — Essa zanga não dura Zezé. Vai acabar descobrindo que eu tinha razão. (dá um beijinho em sua cabeça e sai)
Pé de Laranja Lima — Eu acho que sua irmã tem toda razão.
Zezé — sempre todo mundo tem razão. Eu é que não tenho nunca!
Pé de Laranja lima — Não é verdade. Se você me olhasse bem, você acabava descobrindo.
ZEZÉ LEVANTA E OLHA COM ATENÇÃO PARA O PÉ DE LARANJA LIMA. FICA INTRIGADO
Zezé — Mas você fala mesmo?!
Pé de laranja Lima — Não está me ouvindo?
Zezé — Por onde você fala?
Pé de Laranja Lima — Arvore fala por todo canto. Pelas folhas, galhos, raízes. Quer ver? Encoste seu ouvido aqui no meu tronco que você escuta meu coração
ZEZÉ, MEIO INDECISO, COM MEDO, ENCOSTA O OUVIDO NO TRONCO. ESCUTA O CORAÇÃO DA ARVOREZINHA BATER
Pé de Laranja Lima — Viu?
Zezé — Sim. Me diga uma coisa, todo mundo sabe que você fala?
Pé de Laranja Lima — Não. Só você
Zezé — E você vai esperar?
Pé de Laranja Lima — O que?
Zezé — Até eu mudar. Vai demorar mais de uma semana. Será que você não vai esquecer como fala nesse tempo?
Pé de Laranja Lima — Nunca mais. Isto é, pra você só. Você quer ver como sou macio? Monte no meu galho!
ZEZÉ MONTA NA ÁRVORE
Pé de Laranja Lima — Agora balance e feche os olhos
ZEZÉ BALANÇA, DE OLHOS FECHADOS E DÁ UMA RISADA.
Pé de Laranja Lima — Que tal? Você alguma vez na vida teve cavalinho melhor?
Zezé — Nunca! (descendo da árvore) olha, eu vou fazer uma coisa — sempre que eu puder, antes de mudar, venho conversar com você. Agora preciso ir que a Gloria está chegando.
(abraça a árvore) Adeus amigo, você é a coisa mais linda do mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário