domingo, 15 de fevereiro de 2009

SIMULTANEIDADE



Eu amo o mundo!
Eu detesto o mundo!
Eu creio em Deus!
Deus é um absurdo!
Eu vou me matar!
Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.


Mario Quintana

Nenhum comentário:

Postar um comentário